6 vacinas para dentistas e equipe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Você e seus funcionários têm mais chances de contrair doenças, porque estão mais expostos a possíveis agentes transmissores na clínica odontológica ou no consultório. Lidar com matéria orgânica, por exemplo, é uma das portas de entrada para doenças infecciosas. Saiba quais as principais vacinas para dentistas e equipe que devem ser tomadas.

Vacinas para dentistas e equipe odontológica

Diferentes vacinas podem ser indicadas de acordo com as características de cada região do país. No entanto, as principais são:

  • BCG – contra a tuberculose, é feita em dose única. Geralmente, é dada na infância, mas quem não foi vacinado deve tomar;
  • Febre amarela – a vacina deve ser tomada nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Além de algumas regiões dos estados da Bahia, Minas Gerais, Paraná, Piauí, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, bem como em locais com surto da doença. É necessário reforço a cada dez anos para quem tomar dose fracionada. A vacina leva até dez dias para fazer efeito;
  • Influenza e pneumococos – a vacinação contra gripe é feita em uma dose a cada ano. Para pneumonia, é necessário reforço após cinco anos;
  • Hepatite B – a vacina é dada em três doses, com períodos de um a seis meses de intervalo;
  • DT (Dupla Adulto) – contra difteria e tétano, a vacinação é feita em três doses. O reforço a cada dez anos deve ser antecipado para cinco anos em caso de gravidez ou acidente com lesões graves;
  • SCR (Tríplice Viral) – a vacinação contra sarampo, caxumba e rubéola é feita em dose única.

Cuidados com as vacinas para dentistas e equipe odontológica

  • SUS – a vacinação para dentistas e equipe é feita gratuitamente na rede pública de saude, segundo a portaria do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) – Norma Regulamentadora 32;
  • Clínica odontológica ou consultório – você pode contratar clínicas de vacinação para ir até o local e economizar tempo, evitando deslocamentos da equipe.

Atenção: caso o funcionário não queria tomar a(s) vacina(s), ele deve fazer uma declaração de próprio punho para explicar os motivos. Esta declaração precisa ficar na clínica ou consultório e tem valor legal. A vacinação de todos os funcionários deve ser registrada na ficha de cada um como documento de comprovação para possíveis visitas de autoridades sanitárias.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Veja também

Entendendo a Saucerização Óssea

Por Drº Felipe Pereira Borba, Consultor da SIN Implante A saucerização é a perda precoce da crista óssea ao redor da porção perimucosa dos implantes

Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Em breve você receberá nossas novidades.